Missa Solemnis de Beethoven abrirá a temporada 2020 da OSESP

“Difícil de descrever, fácil de reconhecer, impossível de resistir.” É assim que Arthur Nestrovski, diretor artístico da Osesp, se refere ao sentido mais fundo da obra do compositor alemão, considerado por muitos um dos mais – senão “o” mais – relevante compositor da história da música ocidental. Não é à toa que o tema da nossa Temporada 2020 será a comemoração dos 250 anos de seu nascimento. Ao longo dos 132 concertos programados para o ano (sinfônicos, de câmara e do Coro da Osesp), ouviremos um número muito significativo de suas obras, nos mais variados formatos, oferecendo ao público um amplo espectro da impressionante produção de Ludwig van Beethoven.

As comemorações terão início já no final da Temporada 2019, quando a regente titular e diretora musical da Osesp, Marin Alsop, se despede de seus oito anos à frente da Orquestra com a Nona Sinfonia, cantada pela primeira vez em português. Meses depois, na abertura da Temporada 2020, a monumental Missa Solemnis será regida pelo maestro Thierry Fischer, marcando sua estreia oficial como novo regente titular da Osesp, após uma calorosa recepção de músicos e público nos concertos em homenagem aos 20 anos da Sala São Paulo, em julho deste ano. Os concertos de abertura contam ainda com a participação do Coro da Osesp, do Coro Acadêmico da Osesp e de um elenco superlativo de solistas: os brasileiros Kismara Pessatti e Attala Ayan, lado a lado com os alemães Sarah Wegener e Michael Nagy.

Para Nestrovski, “Beethoven não só mudou a noção do que pode ser um concerto, como mudou a própria ideia da música, definindo o caminho da modernidade”.

Os concertos e demais atividades da Osesp são uma realização da Fundação Osesp, do Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal. 

A temporada também conta com o violista francês Antoine Tamestit, o australiano Brett Dean (compositor residente) e a estreia de Thierry Fischer, novo regente titular da orquestra.

Acesse www.osesp.art.br para conhecer toda a temporada.